Comissão da Reforma Política aprova “distritão” e rejeita extinção dos vices

Por Lucas Lyra

A comissão especial da reforma política na Câmara aprovou nesta quinta-feira (10) uma alteração do sistema eleitoral para os pleitos de 2018 e 2020, quando os representantes do Legislativo serão eleitos através do chamado “distritão”. A comissão também rejeitou a sugestão de extinguir a figura de vice dos cargos do Executivo.

O destaque que buscava modificar o texto da Proposta de Emenda a Constituição (PEC) 77/03, de autoria do PMDB, foi aprovada por 17 votos a 15, com o apoio das bancadas do DEM, PP, PSDB e PSD.

A proposta ainda deve ser aprovada em dois turnos pelo plenário da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

“Nós precisamos de um tempo para montar a distribuição dos distritos no Brasil. E o ‘distritão’ caminha para esse novo sistema, quebrando com o sistema proporcional que gerou um desgaste enorme até hoje”, defendeu o deputado Celso Pansera (PMDB-RJ).

Já o destaque do deputado Vicente Cândido (PT-SP) que buscava extinguir a figura do vice nos cargos do Executivo, foi rejeitada por um placar de 19 a 6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *