“Racha” se acentua no PSDB

Por Lucas Lyra

 

O vereador Mario Covas Neto (PSDB-SP) colocou mais “lenha na fogueira” do PSDB, que já sofre com muitas divergências internas com o afastamento de seu presidente, senador Aécio Neves (MG) e a disputa interna pelo apoio do partido nas eleições presidenciais de 2018. Uns querem Alckmin, outros Doria.

Através das redes sociais, o vereador, se referindo a reunião entre Aécio e Temer na última sexta-feira (18), criticou o ex-presidente da sigla. Para ele, aparições públicas do mandatário tucano causam constrangimento ao partido mesmo quando são feitas as escondidas.

Covas pediu ainda que Aécio prove sua inocência antes de continuar com atividades político-partidárias.

O senador tucano foi afastado do cargo em meados de maio quando a Operação “Carne Fraca”, da Polícia Federal, foi deflagrada. Em junho o parlamentar obteve autorização do Supremo Tribunal Federal para voltar as atividades no Senado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *