Multa do acordo de leniência da J&F pode aumentar até 95%

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

Conforme o acordo homologado nesta quinta-feira (24) pela Câmara de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal, a J&F deverá pagar uma multa de R$ 10,3 bilhões, que serão destinados a órgãos públicos e projetos sociais, sobretudo aos campos da prevenção da corrupção, saúde e educação. Entretanto, com a correção que será feita pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), no decorrer de 25 anos esse valor poderá chegar a R$ 20 bilhões.

O acordo feito em junho deste ano teve seu sigilo retirado pela 5° Câmara de Coordenação e Revisão. Relatora do inquérito que originou a assinatura do acordo, a subprocuradora-geral da República Mônica Nicida Garcia declarou que a holding trouxe fatos novos que servirão como provas criminais. Além disso, disse que considerou o destino da multa inovador.

O pagamento começará a ser efetuado em dezembro de 2017, sendo o maior valor proveniente de acordo de leniência no mundo. A empresa pertencente à família Batista afirmou que “cumprirá todos os termos do referido acordo, como já vem sendo feito em relação a todos os compromissos firmados com a Justiça.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *