Cármen Lúcia defende juízes brasileiros

Por Letícia Valadares

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu a atuação dos juízes brasileiros  na abertura da sessão desta terça-feira (29), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nesta terça-feira (29), que também é presidido por ela.

Segundo a ministra, a atuação livre do Poder Judiciário é essencial para a democracia. “Sem o Poder Judiciário forte, o Poder Judiciário livre e o Poder Judiciário imparcial, no sentido de não ter partes, não adotar atitudes parciais, não teremos uma democracia, que é o que Brasil tem na Constituição e espera de uma forma muito especial dos juízes brasileiros para a garantia dos direitos e liberdades dos cidadãos”, disse.

A declaração da presidente do STF aconteceu após o CNJ publicar uma portaria que obriga tribunais de Justiça a enviar ao órgão em até 10 dias, dados sobre pagamentos à juízes. A magistrada tomou a medida em consequência da revelação dos altos valores pagos a juízes de Mato Grosso.

Carmém Lúcia ainda agradeceu e reforçou seu apoio a todos os juízes do país. “Por tudo que trabalham, por tudo que se empenham, por tudo que sofrem”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *