STF gastou R$ 708,5 mil em despesas aéreas em um ano

Por Letícia Valadares

Durante o primeiro ano da gestão da ministra Carmen Lúcia, atual presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a Corte gastou cerca de R$ 708,5 mil em despesas com passagens aéreas para os ministros e auxiliares. A informação foi dada pelo Estado de S.Paulo, a partir de dados compilados e divulgados pelo Tribunal na internet.

Cada ministro tem uma cota anual para voos nacionais. Para este ano o valor foi de R$ 50,4 mil. Caso o valor seja ultrapassado, a Corte deixa de pagar pelas despesas.

De 11 ministros apenas 3 não aparecem nas planilhas de gastos com passagens, Carmén Lúcia, Celso de Mello e Marco Aurélio Mello. O ministro que mais gastou no mês de julho, foi Gilmar Mendes, totalizando R$ 4,9 mil. Durante o período de maio a junho, o ministro Alexandre de Morais gastou R$ 5 mil, e o ministro Ricardo Lewandowski totalizou R$ 7,2 mil.

Segundo o jornal, a presidente da Corte costuma pagar passagens aéreas com seus próprios recursos, como aconteceu na ida ao velório do ministro Teori Zavascki, onde disse aos axiliares que estava indo como amiga.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *