Maia diz que reforma da previdência não é prioridade no momento

Por Letícia Valadares

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), falou nesta terça-feira (12), que a reforma da previdência não é uma prioridade no momento, devido as pautas mais urgentes que estão para ser votadas, como a reforma política e a segunda denúncia contra o presidente da República Michel, apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Maia disse que a pauta será discutida no futuro.  “Acho que temos algumas pautas na frente. Não adianta a gente ficar tratando de reforma da Previdência hoje. Depois nós vamos reunir os líderes e vamos ver o que tem condição de votar”.

As palavras do presidente da Câmara se contradiz com o pronunciamento do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que na semana passada anunciou em seu twitter que esperava votar a proposta até outubro.

Sobre a reforma política ele falou que a expectativa é de que se vote nesta semana as duas propostas que estão em discussão na Casa. “Até 7 de outubro, tudo é possível. Mas eu acho que vota a reforma política essa semana. Tem que ver se tem voto ou não. Eu quero ver se conseguimos avançar para distrital misto em 2022”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *