STF libera investigações sobre ilegalidades na campanha de Pezão

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Felipe Salomão, autorizou nessa quinta-feira (14) a abertura do inquérito que investiga o uso de recursos ilícitos pelo atual governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB). O financiamento ilegal seria provindo da empreiteira Odebrecht para a campanha do peemedebista em 2014.

Por meio de delação premiada, empresários da Odebrecht denunciaram que Pezão e o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), receberam desde 2006 um total de R$ 120 milhões. Para a campanha de 2014, seriam R$ 20 milhões destinados a Pezão. Em nota, o governador negou ter recebido qualquer recurso ilícito, e disse que “as doações de campanha foram feitas de acordo com a Justiça Eleitoral”.

A depender do andamento das investigações, Pezão, que tem foro privilegiado, poderá ser incriminado por corrupção passiva. Feito a pedido do Ministério Público Federal, o inquérito permanecerá em segredo de Justiça, e faz parte da Operação Lava Jato da Polícia Federal.

Um comentário em “STF libera investigações sobre ilegalidades na campanha de Pezão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *