Relator só será escolhido após denúncia contra Temer chegar à Câmara

Por Letícia Valadares

O deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), da Câmara dos Deputados, disse nesta quinta-feira (21), que a escolha do relator da segunda denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, só será escolhido após as acusações chegarem à Casa.

Nesta quarta-feira (20), em votação no Supremo Tribunal Federal (STF), a maioria dos ministros votou pelo envio da denúncia da Procuradoria Geral da República à Câmara. O julgamento foi retomado nesta quinta-feira (21), para o voto de três ministros, a sessão terminou com 10 votos a 1, a favor da denúncia.

O presidente da CCJ ainda afirmou que vai esperar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), notificar Temer.

Segundo ele, o relator será anunciado no plenário entre a notificação e a entrega da defesa. “Nesse intervalo, será escolhido um relator. Após uma análise muito criteriosa da denúncia, dos elementos que a baseiam, principalmente aqueles contidos no inquérito. E, então, vamos escolher um relator com bom perfil para conduzir essa missão”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *