Leitura de denúncia contra Temer é adiada por falta de quórum

Por Letícia Valadares

A Câmara dos Deputados adiou nesta segunda-feira (25), a leitura da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), por não haver presença suficiente de parlamentares para a abertura da sessão plenária.

Dos 513 deputados, eram necessários no mínimo 51 deputados para abrir a sessão que estava marcada paras às 14h, mas às 14:30hs haviam apenas 23 parlamentares. Dessa maneira, uma nova sessão foi marcada para a manhã desta terça-feira (26).

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que compareceu à Casa para a leitura, afirma que a falta de quórum já pode ser vista como um estratégia do governo para agariar apoio.  “A indagação que fica é: tendo pressa em enterrar logo essa denúncia, por que governistas não se mobilizam para dar o quórum aqui? Parece que isso tudo, na verdade, faz parte do jogo. É uma sinalização que eles vão vender carinho esse apoio ao governo, como toda e qualquer matéria”, criticou

A denúncia foi entregue à Câmara, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na quinta-feira (21). Já é a segunda vez que a sessão é adiana por falta de parlamentares, o mesmo aconteceu na última sexta-feira (22).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *