Sentença que aumenta pena de Dirceu para mais de 30 anos de prisão

Por Lucas Lyra

 

O ex-ministro da Casa Civil do ex-presidente Lula, José Dirceu (PT-SP), foi condenado nesta terça-feira (26) a mais 30 anos e 9 meses de prisão devido a mais um processo da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal (PF). O petista é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro.

No mesmo processo, o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi absolvido da acusação de corrupção passiva por falta de provas. Em primeira instância, Vaccari tinha sido condenado a 9 anos de prisão.

A defesa de Dirceu reclamou do processo que levou a sua condenação. “O que tem acontecido, infelizmente, com essas delações, é que as pessoas fazem recall de delações. Omitem informações e voltam para fazer correções nas delações. A defesa não tem a mesma paridade de arma da acusação”, disse o advogado do petista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *