“Politica e moralmente, Palocci já está fora do PT”, diz Gleisi Hoffmann

Por Lucas Lyra

 

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), rebateu as acusações feitas pelo ex-ministro do governo Lula, Antônio Palocci. O economista publicou uma carta nesta terça-feira (26), após delatar diversos esquemas praticados pelo partido à Justiça, pedindo sua desfiliação da legenda.

“A forma desrespeitosa e caluniosa como se refere ao ex-presidente Lula demonstra sua fraqueza de caráter e o desespero de agradar seus inquisidores”, disse Gleisi através da nota oficial do PT.

“Pensava ser normal que o partido procurasse saber as razões que levaram a tal condenação e minhas eventuais alegações. Mas nada recebi sobre isso”, criticou ele.

Palocci foi criticado severamente pela militância do partido, por não ter “resistido”, a exemplo de José Dirceu e João Vaccari Neto, presos pela Lava-Jato, mas que não “deram com a língua entre os dentes”.

“O próprio Lula irá confirmar tudo isso, como chegou a fazer com o ‘mensalão’, quando, numa importante entrevista concedida na França, esclareceu que as eleições do Brasil eram todas realizadas sob a égide do caixa dois, e que era assim com todos os partidos”, disse Palocci.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *