PT pede pela cassação de Aécio Neves

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

Após ter divulgado nota criticando a ação do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar o senador Aécio Neves (PSDB) do seu cargo, o PT protocolou, nessa quinta-feira (28), uma petição de processo no Conselho de Ética do Senado contra Aécio, “com vistas à cassação do mandato”, por ruptura de decoro parlamentar. Além do afastamento, o Supremo já havia determinado recolhimento noturno do senador e entrega de passaporte.

O pedido de abertura do processo para cassação do tucano, estabelecido pelo PT, foi fundamentado nas delações de empresários do grupo J&F, as quais denunciariam o pedido de R$ 2 milhões do senador a Joesley Batista. Aécio explica que o dinheiro seria para pagar seus advogados na Operação Lava Jato, afirmação refutada pela Procuradoria-Geral da República.

O afastamento de Aécio, com base em denúncias de corrupção ativa e obstrução de Justiça, foi contestado pelo PT e por senadores do PSDB, o que resultou na decisão do Senado Federal em votar a decisão do Supremo, no mesmo dia do pedido de abertura de processo. O presidente do Conselho de Ética, João Alberto de Souza (PMDB-MA), terá cinco dias úteis a partir da próxima semana para aceitar ou negar o pedido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *