Juiz determina transferência de Cabral para presídio federal

Por Letícia Valadares

O da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, aceitou o pedido do Ministério Público Federal (MPF), nesta segunda-feira (23), para transferir o ex-governador Sergio Cabral (PMDB), seja transferido para um presidio federal. a solicitação foi apresentada pelo procurador da República, Sérgio Pinel, alegando que Cabral teve acesso a dados privilegiados.

A decisão do juíz, aconteceu após o ex-governador do Rio, discutir com o Juiz. Bretas suspendeu a sessão por 5 minutos, depois que Cabral o acusou de procurar projeção pessoal. “O sr. está encontrando em mim uma possibilidade de gerar uma projeção pessoal me fazendo um calvário”, disse Cabral.

O juiz também se irritou quando o réu, ao falar que comprou jóias com dinheiro de caixa dois, disse que a família Bretas trabalhava com venda de bijuterias. O juiz reclamou que Cabral demonstrava interesse em sua vida pessoal e seus familiares, o que pesou ara que o pedido aceito fosse aceito quase de imediato.

“Isso pode ser subentendido como ameaça. E a lei veda que o próprio acusado crie uma suspeição que não venha de orientação técnica. Isso vem de pessoa que está obviamente chateada por questões que lhe são contrárias”, completou Bretas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *