Temer quebra expectativa de substituição de Imbassahy

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), recebeu nessa quarta-feira (22) a notícia de que permanece em seu cargo, depois de terem circulado rumores no Congresso que garantiam a transferência da Secretaria ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), aliado do presidente Michel Temer (PMDB).

Imbassahy se encontrou com Michel Temer depois que o presidente peemedebista ter feito uma reunião com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente licenciado do partido tucano, a fim de planejar o futuro do secretário. A assessoria do Planalto chegou a confirmar a substituição de Imbassahy por Marun, que assumiria o cargo de Secretário ao lado de Alexandre Baldy (sem partido-GO), o qual tomou posse nessa quarta-feira como ministro das Cidades. Porém, essas movimentações não se concretizaram e Imbassahy não voltou para a Câmara dos Deputados.

A cadeira do Secretário do Governo testemunha impasses. O PMDB cobra espaço no Planalto, uma vez que votou a favor de Temer tanto nas denúncias na Câmara quanto em suas propostas de reformas, além de corresponder à sua coligação. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cobra posicionamento rápido do peemedebista, sem aceitar que o Congresso fique “paralisado esperando a decisão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *