Após decisão do TRE, Rosinha Garotinho deixa a prisão

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu manter a prisão do ex-governador Anthony Garotinho e concedeu medida cautelar à ex-governadora Rosinha Garotinho, permitindo que ela deixe a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica.

Rosinha deve ficar no município onde mora, com recolhimento noturno e monitoramento eletrônico.Os pedidos de habeas corpus foram feitos nessa quarta-feira  (29) pela Procuradoria Regional Eleitoral e aceitos pelos magistrados do TRE, por unanimidade. A defesa de Rosinha também entrou com habeas corpus alegando que ela não praticou os atos atribuídos ao marido.

Quanto a Garotinho, os desembargadores eleitorais acompanharam o pedido da Procuradoria e mantiveram a prisão preventiva, discordando da defesa de Garotinho, que sustentou sua inocência. Atualmente ele está no Complexo Penitenciário de Bangu, após ter sido transferido de Benfica, pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por ter supostamente inventado um caso de agressão.

O ex-governador está preso por determinação da Justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes, berço político do casal, que ocupou a prefeitura do município mais de uma vez. A Procuradoria Regional Eleitoral acusa Garotinho de ter recebido R$ 3 milhões em caixa 2 do grupo J&F, durante a campanha eleitoral ao governo do estado em 2014.

O advogado de Garotinho informou que vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Por Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *