Aprovação da reforma da Previdência na Argentina é exemplo para Temer

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

O presidente Michel Temer assumiu nessa quinta-feira(21) o presidente da Argentina, Mauricio Macri, como exemplo, por ter aprovado a reforma da Previdência no país. Temer recebeu Chefes de Estado do Mercosul no Palácio do Itamaraty e aproveitou para comentar sobre as reformas de ser governo.

De acordo com Temer, Macri conquistou “Uma expressiva vitória” com a aprovação da reforma da Previdência votada na Argentina terça-feira (19), e disse que o presidente “serve de exemplo” pelo êxito. Temer ressaltou que o Brasil passa por muitas reformas e que a da Previdência é uma das próximas.

O evento em Brasília foi marcado, também, pela passagem da presidência pro-tempore do Mercosul do Brasil, depois de um semestre, para o Paraguai, governado por Nicolás Maduro. Temer comentou sobre a saída da Venezuela do bloco, alegando defesa à democracia. Queremos, aliás, que a nação venezuelana, de volta à democracia, possa também voltar ao Mercosul onde será recebida naturalmente de braços abertos”, afirmou Temer.

A articulação no Planalto para a aprovação da reforma previdenciária segue o discurso do presidente brasileiro na quarta-feira (20), no Paraná, no qual Temer se comprometeu em dedicar o mês de janeiro de 2018 à votação. Ele e a base aliada continuam somando votos no plenário em busca dos 308 votos necessários para o prosseguimento da reforma.

Em seu mandato como presidente da República, Temer avançou reformas como a trabalhista, a tributária, fiscal e política. Agora, o objetivo é que a Proposta de Emenda à Constituição que muda as regras da Previdência seja votada e aprovada em fevereiro do próximo ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *