Vamos dar emprego a 8 mil médicos brasileiros, diz Temer

Em evento promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o presidente Michel Temer disse que seu governo resolveu com agilidade o problema da suspensão do convênio com Cuba, que garantia a prestação de serviços de médicos cubanos nos municípios brasileiros. “Tomamos decisão imediata e vamos dar emprego a 8 mil médicos brasileiros, nenhum município ficará desprovido [com a partida de médicos cubanos]”, disse o presidente. Antes dele, o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, anunciou medidas imediatas para resolver o problema.

Durante o evento da Confederação Nacional de Municípios, o ministro da Saúde assinou um edital que foi publicado na terça (20) no “Diário Oficial da União” (DOU) para convocar médicos brasileiros com CRM, ou seja, formados no Brasil, para que possam ocupar as vagas que ficaram abertas.

Segundo Occhi, haverá um total de 8.500 vagas disponibilizadas. Ele disse também que há a previsão de um segundo edital, que pode ser publicado na semana que vem, para convocar médicos brasileiros formados no exterior e também médicos estrangeiros. “Temos 17 mil médicos formados no exterior, brasileiros formados no exterior que estão numa expectativa da publicação do edital”, disse o ministro.

Occhi afirmou também que o governo estuda a implantação de um novo Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida). “Hoje, em reunião, o presidente Michel Temer pediu dedicação a mim e ao ministro da Educação para que possamos tratar de uma forma mais ágil, mas eficaz, para a implantação de um novo Revalida”, disse o ministro.

Via Valor Econômico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *