STF : Toffoli destaca Brumadinho em cerimônia de abertura do judiciário

Ao abrir os trabalhos do ano judiciário nesta sexta-feira(1), o  ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, destacou ações necessárias ações mais céleres do poder público para responder a casos como o de Brumadinho, onde uma barragem de rejeitos da Vale se rompeu e matou mais de 100 pessoas. O ministro disse que o Executivo e o Legislativo precisam agir para impedir esse tipo de tragédia.

Ele lembrou a quantidade de vítimas e dos danos causados as famílias. “É prova de que precisamos de mais agilidade administrativo, política. Como disse a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, não é possível não sentir essa dor”, disse Toffoli.
Em frente aos outros 10 ministros da Cortee do lado da procuradora Raquel Dodge, ele disse que o Poder Judiciário não pode ter viés ideológico. “Não há lugar para ideologias. Não há lugar para paixões ou vontades. O juiz é subordinado a Constituição e as leis”, disse.
Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *