BASTIDORES: Ministros do STF articulam afastamento de Deltan Dallagnol do comando da Lava Jato. Confira outras informações na coluna JPM desta sexta-feira(2)

RUÍDOS FORTES

Deltan Dallagnol
Os  Ministros do Supremo Tribunal Federal articulam, nos bastidores, o afastamento do procurador Deltan Dallagnol do comando da força-tarefa da operação Lava Jato, em Curitiba.O movimento, revelado pelo jornal Folha de S.Paulo nesta sexta-feira (2), ocorre após os ministros Luiz Fux e Alexandre de Moraes, em processos diferentes, requisitarem todo o material de mensagens apreendido pela Polícia Federal com os suspeitos de terem violado celulares de autoridades.Segundo a reportagem, os magistrados buscam caminhos para o afastamento de Deltan. Uma possibilidade seria a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, determinar essa medida a partir de Brasília. O movimento, porém, não é visto como provável no momento, já que a procuradora tem se mostrado pouco disposta a se indispor com colegas.

BOLSONARO E STF

Nos próximos dias, o  presidente Jair Bolsonaro deve  formalizar ao Supremo Tribunal Federal (STF) os esclarecimentos sobre a ação protocolada por ex-presidentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que pedem explicações do chefe do Executivo federal sobre declarações sobre o advogado Fernando Santa Cruz, vítima de crime contra a humanidade durante a ditadura militar e pai do atual presidente da Ordem, Felipe Santa Cruz.

 APOIO EVANGÉLICO

Por meio do Twitter, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, compartilhou nota da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) favorável à Portaria 666 que veda o ingresso no País de estrangeiros suspeitos de envolvimento em crimes específicos.

 

OPINIÃO DE GLENN GREENWALD

“Juntos Sérgio Moro e Jair Bolsonaro estão obviamente tentando me ameaçar. Isso é o tipo de perseguição mais severa possível vinda do governo.” A afirmação é do advogado e jornalista americano Glenn Greenwald, em entrevista exclusiva ao HuffPost, após a edição de portaria do Ministério da Justiça que autoriza deportação sumária de estrangeiro “perigoso ou que tenha praticado ato contrário aos princípios e objetivos dispostos na Constituição Federal”.

 

QUESTIONAMENTO

O juiz federal da 10ª Vara de Brasília, Ricardo Leite, afirmou haver “incongruências” no depoimento de Walter Delgatti Neto, suspeito de liderar a organização alvo da Operação Spoofing, que teria hackeado mil pessoas, entre elas, autoridades dos três Poderes. Essa foi uma das razões para converter a prisão temporária – por cinco dias prorrogáveis – dos investigados em preventiva – por tempo indeterminado.

VELHA POLÍTICA

Contrariando o desejo do aliado Jair Bolsonaro, o deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) criticou a nomeação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para assumir a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, afirmando que a medida é exemplo da “velha política”. A opinião foi manifestada em artigo no site Brazil Journal, no qual o parlamentar avalia que Eduardo não reúne as habilidades necessárias para exercer o cargo.

DE PAI PARA FILHO

Segundo o parlamentar, a indicação foi um “mimo” de pai para o filho, dizendo esse tipo de relação é “exemplo do que há de mais velho na política”. Em seu texto, contudo, o deputado afirma ainda que a escolha não se trata “formalmente” de nepotismo

 PRIORIDADE

Um dos maiores desafios desta legislatura a votação da reforma da Previdência volta a ser prioridade do Congresso Nacional. A proposta passou em primeiro turno pelo Plenário da Câmara dos Deputados  e, depois de votada em segundo turno pelos deputados (o que deve ocorrer a partir de terça-feira, dia 6 de agosto), começará a tramitar na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), onde terá como relator o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

ECONOMIA

A Petrobras informou que registrou lucro líquido de R$ 18,9 bilhões no segundo trimestre deste ano, um recorde histórico. Nota divulgada pela estatal informa que o resultado representa aumento de 368% em relação ao lucro líquido do primeiro trimestre do ano (R$ 4 bilhões) e 87% na comparação com o segundo trimestre de 2018 (R$ 10,1 bilhões).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *