CENÁRIO DE CRISE: Bolsonaro reafirma que Brasil repudia o terrorismo. Confira outras informações na coluna JPM desta quarta-feira (8)

 O noticiário nacional na tarde desta quarta-feira (8), ficou recheado  após o  presidente Jair Bolsonaro realizar  uma transmissão ao vivo, por uma rede social, de seu gabinete no Palácio do Planalto. Em meio ao conflito entre Irã e Estados Unidos,  Bolsonaro fez mais um gesto de apoio ao presidente americano, Donald Trump.  “Muitos acham que o Brasil deve se omitir no tocante aos acontecimentos. Complementaria apenas uma questão, nós temos que seguir as nossas leis, nós não podemos extrapolar, mas acredito que a verdade tem que fazer parte do nosso dia a dia, que nós queremos paz no mundo”, disse
OUTRO LADO
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o Brasil não deve se meter na briga entre os Estados Unidos e o Irã. Em entrevista ao site Diário do Centro do Mundo, Lula afirmou que o país é “construtor de paz”.
ASPAS
“Política internacional tem que ter habilidade para fazer. Sempre ter em conta que tem dois interesses; E você precisa compatibilizar para construir a paz. O Bolsonaro não tem medido esforço para provar que é um lambe botas dos Estados Unidos

TRABALHO

O fim do recesso legislativo, em 4 de fevereiro, dará início a mais um teste de popularidade do governo perante o Congresso. Tão logo voltarem ao trabalho, deputados e senadores terão de analisar mais de 20 medidas provisórias assinadas pelo presidente Jair Bolsonaro. Os textos precisam ir à votação até maio.

FERIADO NÃO

Em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Advocacia-Geral da União (AGU) se manifestou contra a possibilidade de municípios e estados instituírem feriados.A manifestação do órgão foi apresentada em ação na qual a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos pede para ser declarado constitucional o feriado do Dia da Consciência Negra.De acordo com o posicionamento da AGU, somente a União tem o poder de criar feriados:

AQUECIMENTO

Assim que os parlamentares  retomarem do recesso vão ter que enfrentar uma briga boa. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou que está disposto a  pautar um projeto de lei para assegurar que não haverá taxação da energia solar que é produzida por usuários individuais em suas próprias residências e posteriormente compartilhada com a rede local – a chamada geração distribuída.

NOVA ESTRATÉGIA

Mais uma!!!O presidente Jair Bolsonaro intensificou a estratégia da comunicação direta com os eleitores, após ser chamado até mesmo de “traidor” nas redes sociais por tomar medidas consideradas polêmicas por seus seguidores. Nas últimas semanas, Bolsonaro praticamente aposentou a figura do porta-voz e ampliou as aparições em “lives”, como são chamadas as transmissões ao vivo no Facebook, na tentativa de dar o seu recado.

OUSADIA

Segundo informações divulgadas pela  Polícia Civil (PCDF), o Primeiro Comando da Capital (PCC) fez um mapeamento do Distrito Federal em busca de pontos estratégicos para abrigar “casas de apoio” da facção. Os imóveis seriam locados em áreas de alto poder aquisitivo e serviriam de abrigo para criminosos de outros estados, além de depósito para armazenamento de drogas e armas.

GENTE FINA

As informações foram levantadas pela Divisão de Repressão a Facções Criminosas (Difac) durante investigação que sucedeu a Operação Guardiã 61. De acordo com os investigadores, os membros do PCC já haviam mapeado residências nos lagos Sul e Norte, além do Jardim Botânico

INFORMAÇÃO

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que houve um recuo de 2,1 pontos no índice de medo de desemprego, na comparação entre os trimestres encerrados em setembro e dezembro de 2019. Com o recuo, em dezembro, o índice ficou em 56,1 pontos. Apesar da queda, permanece acima da média histórica de que é de 50,1 pontos.

CENÁRIO

O levantamento  ouviu dois mil pessoas em 127 municípios entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro de 2019. O índice varia de zero a cem pontos. Quanto menor o indicador, menor é o medo do desemprego.Enquanto o Brasil espera mudanças que possam aplacar o cenário de crise, o aumento da miséria e os enormes entraves ao desenvolvimento, a Câmara dos Deputados gastou um terço de suas horas de trabalho com sessões solenes, ou seja, reuniões para homenagens ou celebrações e não para o debate concreto dos problemas do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *