STF quer que Bolsonaro mostre, em até 48 horas, medidas adotadas contra coronavírus. Confira outras informações na coluna JPM desta quinta-feira(2)

 

A Federação Nacional dos Juízes Federais (Fenajufe) se posicionou contra o presidente Jair Bolsonaro no que diz respeito à postura tomada no combate ao coronavírus. Em tom de crítica às declarações de Bolsonaro que incitam o fim do isolamento social, a Federação crava: “E se com as nossas vidas ele não se importa, não pode mais nos governar”.

ASPAS

Para a Fenajufe, “o Brasil tem reservas, tem riquezas, e numa hora dessas por que não vai usar? O Brasil tem que taxar as grandes fortunas, está na Constituição. Só 3% salvam 100 milhões de pessoas”, cita a federação“E a chave do cofre que pode nos salvar está na mão do presidente. E se com as nossas vidas ele não se importa, não pode mais nos governar.”

 #PAGALOGO
Nesta quinta-feira, Bolsonaro afirmou que as ações do governo para o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 estão “a todo vapor” e que o pagamento já deve começar na próxima semana.O texto determina pagamento de R$ 600 por três meses para os trabalhadores informais, intermitentes e microempreendedores individuais poderem ficar em casa durante o pico da crise do novo coronavírus.

NEGOCIAÇÃO

O valor foi negociado com o governo justamente para garantir renda dos profissionais durante a pandemia do coronavírus. Ainda falta, contudo, editar uma medida provisória com previsão do crédito extra para arcar com os R$ 98 bilhões do custo total do programa.

AFF…

Vem mais polemica por ai…O presidente Bolsonaro informou hoje que deve realizar viagem ao Rio de Janeiro na próximo sexta (3). A declaração foi feita para apoiadores que o esperavam na frente do Palácio da Alvorada.“Devo estar no Rio amanhã”, .A viagem ainda não consta da agenda oficial de Bolsonaro.

AMIGUINHOS
Nao faltava mais nada…O governador de São Paulo, João Doria, compartilhou, na manhã desta quinta-feira, uma fala do ex-presidente Lula sobre o combate ao coronavírus.”Temos muitas diferenças. Mas agora não é hora de expor discordâncias. O vírus não escolhe ideologia nem partidos. O momento é de foco, serenidade e trabalho para ajudar a salvar o Brasil e os brasileiros”, escreveu o governador Lula, por sua vez, exaltava o “trabalho sério” dos governadores durante a crise, e mencionava o esforço de Doria para conseguir máscaras de proteção.

SAÍDA

A coluna apurou que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, decidiu criar um gabinete de crise interno na pasta para organizar e agilizar decisões de sua equipe no combate ao novo coronavírus.Mandetta quer organizar as tarefas com foco em três áreas: assistência, logística e vigilância.

ECONOMIA

A Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) informou que está tomando medidas jurídicas sobre o que classifica de “pacote de maldades” anunciado pela Petrobras para garantir a saúde financeira da companhia durante a crise trazida pelo coronavírus.“Nós não vamos aceitar essas medidas. Estamos conversando com o jurídico para impedir a implantação desse pacote de maldades” disse em vídeo o secretário geral da entidade, Adaedson Costa.

 

REGRAS

O Conselho Monetário Nacional (CMN) adiou a entrada em vigor de mudanças nas regras de portabilidade de crédito, aprovadas em novembro do ano passado e deveriam entrar em vigor em abril e junho deste ano. A decisão foi tomada em reunião extraordinária do CMN realizada na noite desta quarta-feira (1º) e divulgada hoje (2), em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *