Marco Aurélio vota para Bolsonaro depor por escrito ao STF

Decisão, no entanto, caberá ao plenário da Corte. Presidente foi acusado por Sergio Moro de tentar interferir na Polícia Federal

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello votou a favor da possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prestar depoimento por escrito sobre a suposta interferência política na Polícia Federal (PF).

 A decisão, no entanto, cabe ao plenário do STF. Marco Aurélio decidiu enviar ao plenário virtual da Corte, entre 2 e 9 de outubro, a análise sobre o recurso do presidente. “Está no Plenário Virtual. É aguardar a voz dos colegas, ou seja, os votos. Dei apenas o pontapé inicial”, disse o ministro

 

No voto, o ministro Marco Aurélio afirma que o ex-presidente Michel Temer (MDB) também foi ouvido como investigado por causa de delações de executivos da empresa JBS por escrito.“Em um Estado de Direito, é inadmissível o critério de dois pesos e duas medidas, sendo que o meio normativo é legítimo quando observado com impessoalidade absoluta. A mesma regra processual é possuidora de sentido único, pouco importando o presidente envolvido”, diz.

Da Redacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *