Bolsonaro sobre covid-19: “Eu acho que peguei de novo e nem fiquei sabendo”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (13/9) que acha que foi reinfectado pela covid-19 e “nem ficou sabendo”. A declaração foi feita a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada quando ele destacou não ter tomado a vacina contra o vírus e comentou sobre o resultado do exame IGG, que mede a taxa de anticorpos no sangue. Ele tem 66 anos e está incluso no grupo de risco. O país já perdeu mais de 587 mil brasileiros para a doença.

“Eu não tomei vacina. Tô com 991. Eu acho que peguei de novo e nem fiquei sabendo”, alegou.

No último dia 2, em uma solenidade no Palácio do Planalto, contrariando especialistas da saúde, Bolsonaro sugeriu que estaria imune por já ter contraído a doença. “Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, te mostrei meu IGG hoje, né? 991, não vou entrar em detalhes; obrigado Osmar Terra”, disparou.

Especialistas apontam, no entanto, que pessoas já diagnosticadas com covid-19 apresentam IGG positivo, o que não garante a imunidade contra a doença. Entidades apontam casos confirmados de reinfecção pelo novo coronavírus mesmo em pessoas que têm imunidade contra o vírus.

Em julho do ano passado, o mandatário foi diagnosticado com a doença e teve sintomas como febre, tosse e mal estar.

Em várias ocasiões e em viagens pelo país, Bolsonaro não utiliza máscara que é tida também como um equipamento auxiliar contra o vírus, e já chegou a justificar que não se vacinaria “Eu tive a melhor vacina, foi o vírus. Sem efeito colateral”.

Manifestações contra o governo
O presidente ainda teceu críticas às manifestações contrárias ao governo, que contaram com a presença de políticos pelo país. “Vocês viram ontem em SP? Cinco presidenciáveis aglomerados?”, ironizou.

Da redação com o Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *