Assembleia Legislativa de SP quer CPI para investigar Prevent Senior

A Prevent Senior chegou em mais um local de investigação em São Paulo. O deputado estadual Paulo Fiorilo (PT-SP), iniciou a coleta de assinaturas para movimentar uma CPI dentro da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) contra a operadora de saúde que está sendo investigada pela CPI da Covid, no Senado Federal.

De acordo com Fiorilo, seu objetivo é se aprofundar nas denúncias recebidas pela comissão federal. “[Vamos] Investigar as denúncias sobre uso de Kit covid, as mortes por Covid não notificadas e a mudança de diagnóstico para retirar pacientes do isolamento”, afirmou Fiorilo ao Painelda Folha de São Paulo.

O deputado conseguiu até agora 29 assinaturas, mas a expectativa é que alcance na segunda-feira (27/9) as 32 rubricas necessárias para protocolar o pedido de abertura da comissão.

Desdobramentos

A Prevent veio à tona na CPI por causa de uma denúncia recebida por Humberto Costa (PT-PE) por uma advogada que está representando um grupo de ex-médicos da empresa. Foi entregue um dossiê no qual aponta a operadora como um local no qual estariam realizando um estudo ilegal e sem autorização com a hidroxicloroquina e outros medicamentos do “Kit Covid” – amplamente defendido por Jair Bolsonaro (sem partido) e autoridades governamentais.

Após vir à tona o escândalo, o Ministério Público de São Paulo iniciou uma força-tarefa para investigar as suspeitas contra a Prevent. A iniciativa foi da Procuradoria Geral de Justiça, com coordenação de Mário Sarrubbo e tramita no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

 Da Redação com o Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *