“Infantil e irresponsável”, diz Maia sobre ministro da Justiça

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou nessa quarta-feira (1) como “infantil e irresponsável” a acusação feita pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim, acerca da segurança pública no Rio de Janeiro. Para o deputado, a manifestação carece de provas.

Maia disse ter ficado perplexo por Torquato não ter se recuado após acusar a Polícia Militar do Rio de ter envolvimentos com o crime organizado. Para o deputado, o fato do ministro não ter apresentado provas, mas ter requisitado a defesa dos acusados, caracteriza uma inversão de valores.

“Capaz do ministro ter atrapalhado muito a força tarefa que foi montada entre os ministérios e a PGR, que certamente tinha esse intuito de poder aprofundar as investigações. Talvez ele tenha se precipitado”, confirmou Maia. De acordo com ele, ou o ministro teve uma empolgação infantil, ou vontade não proposital de ajudar os bandidos.

Ele espera que o governo tome “uma posição oficial sobre o assunto”, e que dispor apenas das informações de Torquato acarretará em uma “intervenção na área da segurança pública do Rio”, a qual ele não defende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *