‘Zero vezes zero’, sustenta Mendonça sobre probabilidade de desistir da vaga ao STF

Por 

Aguarda há mais de dois meses para ser ouvido pela comissão do Senado. o indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-advogado-geral da União André Mendonça confessou para algumas lideranças políticas,  que a chance de desistir da candidatura à Corte é “zero vezes zero”. O ex-ministro está prestes a completar dois meses na fila de espera da sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado. O colegiado é presidido por Davi Alcolumbre (DEM-AP), que tem travado o processo da indicação por insatisfação com o presidente Jair Bolsonaro. Para chegar ao Supremo, Mendonça conta com  o apoio de lideranças evangélicas que se reuniram ontem com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e com o presidente Jair Bolsonaro. Nesta quinta-feira, Pacheco afirmou que vai conversar com Alcolumbre para marcar a data da sabatina do ex-advogado-geral da União na CCJ.

POLÊMICA 

 

Os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) apresentaram um mandado de segurança ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar obrigar o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a marcar a sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a cadeira de Marco Aurélio Mello na Corte. Como a coluna já divulgou o nome “terrivelmente evangélico” escolhido pelo presidente é o recordista no tempo de espera para ser sabatinado.

PAUTA BOMBA

CPI da Pandemia aprova convocação de Ana Cristina Valle, 2ª esposa de Bolsonaro | CNN Brasil

A convocação de Ana Cristina, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro e  hoje assessora da deputada Celina Leão (PP-DF), causou divisão no grupo que comanda a CPI, o chamado G7. Alguns de seus integrantes não aprovaram a iniciativa, alegando que a presença dela na comissão poderá dar munição ao presidente para alegar que está sofrendo perseguição pessoal dos senadores. Ela é mãe de Jair Renan, filho de Bolsonaro.“Mesmo após a aprovação do requerimento, há divergência e pode não haver a convocação de fato para ela comparecer. A maioria dos senadores que integram a comissão entende que não é adequado chamar porque a CPI não deve adentrar no terreno pessoal”, disse ao o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

SEM PRESSA

Conforme deixou bem claro em entrevistas, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que não pode garantir que o novo código eleitoral, aprovado na madrugada desta quinta-feira (16) pela Câmara dos Deputados, será votado a tempo de entrar em vigor nas eleições de 2022.O ponto mais polêmico, no entanto, é o novo código eleitoral. Pacheco afirmou que os senadores vão se “esforçar” para avançar, mas evitou dar garantia de que será apreciado. No entanto, ele próprio defendeu que alguns itens sejam analisados a tempo de vigorarem nas eleições 2022.”E tem o código eleitoral, que é algo mais amplo, são, se não me engano, cerca de 900 artigos que a Câmara está se debruçando. Ao chegar ao Senado nós vamos fazer uma avaliação sobre o tempo, se é possível ainda fazer dentro do critério da anualidade, ou seja, fazer dentro de setembro”, afirmou.

DEU NA MÍDIA

Em mais um dia de votações na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (15/9), uma situação um pouco inusitada aconteceu. No momento em que Arthur Lira (PP/AL) anuncia o encerramento da sessão, o deputado mineiro Igor Timo (Podemos-MG) xinga o presidente do Legislativo, sem perceber que seu microfone estava aberto.”Já tá encerrando. Não vai deixar eu falar de novo. Quer ver, que filho da p**?”, diz Igor. Após o comentário, o Plenário é tomado por risadas.Ao ouvir a ofensa, Lira questiona: “Quem é que falou aí?”.

CONSTRANGIMENTO

Em seguida, o chefe da Câmara dá oportunidade para o mineiro fazer suas declarações, que agradece “ao trabalho” feito pela deputada Margarete Coelho (PP-PI) e também Lira no novo Código Eleitoral (Projeto de Lei Complementar, aprovado ontem. A proposta consolida, em um único texto, toda a legislação eleitoral e temas de resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).“Parabenizá-lo presidente também por permitir que o debate se exaurisse, garantindo que todas as partes fossem ouvidas e atendidas”, afirmou o parlamentar depois da gafe.

ECONOMIA

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia manteve a projeção para o crescimento da economia este ano e elevou a estimativa para a inflação, de 5,9% para 7,9%, por influência da alta nos preços dos combustíveis e energia elétrica. As projeções estão no Boletim MacroFiscal divulgado hoje (16).A estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todos os bens e serviços produzidos no país) permaneceu em 5,3% em 2021, em relação ao último boletim, divulgado em julho.

ALERTA

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou a previsão do retorno do La Niña a partir de outubro, de curta duração, mas que pode voltar a influenciar o regime de chuvas no Brasil. “Após discussões terem sido levantadas na última semana acerca da chance de ocorrer o fenômeno La Niña, que altera as temperaturas médias do Oceano Pacífico, meteorologistas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) consideram que o evento possa ocorrer em meados da primavera, em outubro”, afirma a publicação oficial. O Centro-Sul do Brasil sente há mais de um ano os efeitos da seca prolongada, com os reservatórios nos níveis mais baixos das últimas décadas, o que vem impactando diretamente na produtividade de diversas culturas. No ano passado, além do baixo volume de chuva em toda área, as altas temperaturas agravaram ainda mais a situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *